quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Tumores benignos do intestino grosso (incluindo pólipos)

 
Alguns tumores do intestino grosso são malignos, mas os tumores benignos são mais frequentes. Ocorrem isoladamente ou em grupo, devido a razão desconhecida; a maioria são pequenos, agrupando-se em forma de cacho, sendo tais tumores conhecidos por «pólipos», embora um tumor benigno possa ocasionalmente desenvolver-se o suficiente para provocar obstrução intestinal. Atendendo a que 1 em cada 100 tumores benignos se torne maligno, por rotina aqueles são extraídos quando descobertos.
Muitas pessoas têm tumores assintomáticos, desconhecendo a sua existência. São com frequência detectados quando, por qualquer outro motivo, se faz uma radiografia. Por vezes, contudo, os tumores benignos revelam-se pelo aparecimento de vestígios de sangue negro nas fezes, ou de um corrimento do ânus que mancha a roupa interior. Tais tumores são, com frequência, diagnosticados e extraídos simultaneamente através de colonoscopia, sigmoidoscopia ou proctoscopia. Se isto não for praticável no seu caso, poderá haver necessidade de recolher a uma laparotomia relativamente simples, para ablação dos tumores, evitando assim o ligeiro risco de obstrução ou transformação em tumor maligno.
Escrito e editado para o blog por Eunice Tomé  

Sem comentários:

Enviar um comentário